Talento Sênior

Envelhecimento: Uma análise do Censo 2022 e seus impactos sociais

Tempo de leitura: 3 minutos

Compartilhe este post!

O Censo 2022 finalmente começou a ser divulgado e já surpreende em alguns pontos e confirmam outros. Talvez um dos mais evidentes diga respeito a questões que cercam o envelhecimento populacional, por isso, resolvemos fazer uma série de textos sobre o tema aqui em nosso blog. Vamos lá?

Primeiro vamos falar sobre o tal envelhecimento populacional. O que está acontecendo é que o fato da população estar vivendo mais ao mesmo tempo em que o número de nascimentos diminui, causa um impacto. Quando segmentamos a população por faixa de idade, percebemos que estamos caminhando para um país com cidadãos com maior idade cronológica que jovens. A esse desequilíbrio entre as faixas etárias convencionou-se chamar de envelhecimento populacional. É considerado um fenômeno global porque atinge a maioria dos países do mundo. Como qualquer desequilíbrio, ele chama atenção de governos e sociedade e, portanto, vem ganhando destaque nas últimas décadas. 

1. Envelhecimento populacional: uma tendência global

O Censo 2022 revelou que a população brasileira está envelhecendo rapidamente. O número de idosos (pessoas com 60 anos ou mais) apresentou um crescimento significativo em comparação com os anos anteriores e, como já falamos, esse quadro vem acontecendo ao redor do mundo. Estima-se que até 2050 a proporção de idosos em todo o mundo dobrará, representando um desafio para governos e sociedades. 

No Brasil, o censo mostrou que nossa população encolheu quase 5 milhões abaixo da estimativa do IBGE. Um percentual de 6,45% para baixo. O órgão diz que os níveis reduzidos de nascimento, a migração para fora do país e a taxa de mortalidade reduzida explicam os números.

2. Mudanças na pirâmide etária e seus reflexos

Como meio para facilitar o estudo sobre o comportamento da sociedade frente a cada idade como um indicador social, foi criado um método de estratificação da quantidade de cidadãos por faixa de idade e a representaram em forma de pirâmide. Via de regra o que se deseja ao criar uma pirâmide etária é entender ao longo dos anos a dinâmica social em um determinado recorte espacial e elaboração de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento social e econômico de uma sociedade. As pirâmides refletem, portanto, a evolução demográfica, demonstrando a expansão, declínio ou estabilidade de uma população.”

Uma das principais implicações do envelhecimento populacional é a mudança na estrutura da pirâmide etária. Já sabemos que o Censo 2022 mostrou uma redução na proporção de jovens e um aumento na proporção de idosos. Essa transformação tem impactos significativos em diferentes setores da sociedade, mais especificamente afeta de forma crítica a economia e o campo social.

No âmbito da economia, a diminuição da população em idade ativa pode afetar a força de trabalho e a produtividade da empresa e do país. Além disso, a demanda por serviços de saúde, cuidados de longo prazo e aposentadoria aumentará, gerando desafios para o sistema previdenciário e de saúde.

No campo social, o envelhecimento pode levar a mudanças nas estruturas familiares e nos padrões de convívio. Com famílias menores e mais dispersas geograficamente, cresce a importância de políticas públicas voltadas para o cuidado e a inclusão social dos idosos.

3. Saúde e qualidade de vida na terceira idade

O Censo 2022 também oferece informações valiosas sobre a saúde e a qualidade de vida dos idosos. O aumento da expectativa de vida traz a necessidade de promover políticas que garantam um envelhecimento saudável e ativo. O acesso a serviços de saúde, a prevenção de doenças crônicas e a promoção de atividades físicas e sociais são aspectos fundamentais nesse contexto.

Além disso, é importante abordar as questões de moradia, acessibilidade e segurança para os idosos. Adaptações em ambientes físicos, transporte adequado e medidas de prevenção de violência e abuso são fundamentais para proporcionar uma vida digna e segura para essa parcela da população.

O envelhecimento também traz consigo oportunidades significativas, por exemplo, com mais idosos ativos e saudáveis há um potencial para aproveitar suas experiências, conhecimentos e habilidades em diversos setores da sociedade.  No entanto, existem desafios a serem superados. A discriminação etária, a falta de oportunidades de emprego para idosos e a ausência de políticas públicas efetivas são obstáculos a serem enfrentados.

O envelhecimento não deve ser encarado como um fardo, mas como uma oportunidade para construir uma sociedade mais inclusiva e resiliente.

Em nosso próximo bate papo, vamos falar sobre os impactos do envelhecimento populacional na economia do Brasil?

Até lá!

Foto de Cris Sabbag, CDO e Principal Researcher da Talento Sênior

Você sabia que o sucesso de sua empresa familiar está diretamente ligado à força de seus colaboradores? Por isso, se há dificuldades …

Você sabia que a má gestão financeira é uma das principais causas de falência das pequenas empresas? Segundo um relatório da consultoria …

Deixe um comentário

NEWSLETTER

Assine nossa news e receba conteúdos exclusivos,
tudo em primeira mão.

Assine agora!

Você sabia que o sucesso de sua empresa familiar está diretamente ligado à força de seus colaboradores? Por isso, se há dificuldades …

Você sabia que a má gestão financeira é uma das principais causas de falência das pequenas empresas? Segundo um relatório da consultoria …

“Os 60 de hoje são os 40 anos de ontem.” Cada vez mais é comum ouvir essa frase nos dias de hoje. …